cafe

Cliente novo ao preço de um café? Saiba como conseguir!

por Luciano Lessa

Um dia desses, fui tomar um café numa padaria bem tradicional e pedi um café com leite. Eu sempre gostei dele assim porque o expresso é mais forte, e eu fui criado numa casa alemã onde a gente passava um café com filtro de pano e esquentava o leite no fogão. Expresso, Nespresso, Nescafé e todas essas maravilhas da atualidade nem se comparam ao sabor e o cheiro daquele café, aquele com gosto de infância.

Na hora de pagar, a atendente declarou o preço: “três reais e cinquenta”. Saquei uma nota e umas moedas do bolso, e sai de lá para o escritório. No caminho, enquanto dirigia, me percebi pensando naquele valor. Três e cinquenta. Três e cinquenta. Mas por que isso estava na minha cabeça? E porque isso, estranhamente, me lembrava do Google? A resposta veio num sinal vermelho. “Era o CPL que tinha conseguido para um cliente em um novo projeto”.

Se você não sabe o que é CPL, não se preocupe, eu vou te contar. E mais, prometo que essa definição vai mudar completamente a forma como você vê a publicidade paga e o marketing no seu negócio.

O que é CPL e o que isso tem a ver com o café de R$ 3,50?

CPL é uma sigla para Custo Por Lead. É o custo que calculamos para os clientes da minha agência de publicidade, que é determinado por quanto ele teve que investir para um cliente lhe pedir um orçamento. E, no caso que me lembrei, o custo era de apenas um café com leite. Bom né? Imagine: se a cada R$ 100 reais investidos, cerca de 30 novas pessoas entrassem em contato com sua empresa procurando pelo que você vende? Não seria incrível? E é. É possível, usando a melhor mídia já criada para ajudar pequenos negócios a crescer: o Google.

Isso mesmo, o Google, mais especificamente o seu programa Google AdWords, pode te ajudar a conseguir mais pessoas ou empresas interessadas no seu negócio pela bagatela de um café com leite. E como fazer isso, você me pergunta? Bem, é muito fácil. Pelo menos é para mim, que trabalho com o Google AdWords desde 2009.

O poder do Google para pequenos negócios

O que você talvez saiba, mas muita gente não sabe, é que o Google não é somente uma ferramenta de pesquisa. Ele é uma plataforma de negócios complexa que criou um jeito simples de aproximar você dos seus clientes.

Se você já investiu em marketing alguma vez na vida, sabe bem o custo que é a publicidade numa revista, rádio ou TV. Sabe que mesmo no jornal, anunciar 3 vezes por semana nos classificados custa muito caro. E veja, eu não sou contra nenhuma dessas mídias. O problema é que na imensa maioria das vezes, as empresas investem muito dinheiro, por muito tempo, e não tem resultado algum.

E qual a diferença do Google? Enorme. Vou te explicar as duas principais comparando com as mídias tradicionais:

1) A Segmentação: o seu anúncio é exibido apenas para quem te interessa.

Tradicional – dividida em editorias ou programas, que não tem um perfil tão claro da sua audiência

Google – praticamente uma mira laser, que permite você achar alguém no seu celular, sentado no banco de uma praça, de um determinado bairro, de determinada cidade, em determinadas condições.

2) A Cobrança: você só paga por quem quer ser seu cliente.

Tradicional – por impressão, ou seja, o custo do anúncio é calculado pelo número de pessoas que o viram. É o CPM (custo por mil impressões).

Google – por clique, ou seja só se a pessoa entrar no seu site. A exibição que não for clicada é 100% gratuita.

E qual o resultado disso? Simples: você investe muito menos para ter muito mais retorno na sua estratégia de marketing.

Espero ter te ajudado. Deseja saber mais? Deixe seu contato através do formulário abaixo.

Grande abraço, e ótimos negócios!

Cliente novo ao preço de um café
Incluindo código de área
Enviando